Região:

min

max

Anuncie aqui

Sorocaba inicia instalação de sistema de iluminação pública com tecnologia 5G

Serão 12 luminárias no total, sendo que uma delas é a matriz, pesando 30 quilos, instalada em um ponto estratégico, transmitindo sinal 5G em um raio de até 300 metros

Por Redação
(Atualizado em 05/08/2022 - 21h16)
Compartilhar

A instalação de conjunto de luminárias inteligentes com tecnologia 5G, foi iniciado nesta sexta-feira (5), na região central de Sorocaba (SP), a partir da Praça Coronel Fernando Prestes.

De acordo com a prefeitura, Sorocaba é a primeira cidade da região Sudeste do Brasil a receber, gratuitamente e em caráter de projeto-piloto, um sistema de iluminação pública equipado com tecnologia de 5ª geração (5G) de conectividade móvel, internet sem fio e câmeras de videomonitoramento.

Serão 12 luminárias no total, sendo que uma delas é a matriz, pesando 30 quilos, instalada em um ponto estratégico, transmitindo sinal 5G em um raio de até 300 metros e contando com telegestão, controle de luminosidade, câmera de videomonitoramento, reconhecimento facial e tecnologia de LED.

O mecanismo de videomonitoramento das luminárias será utilizado, também, de forma integrada e efetiva, pelo Centro de Operações Integradas (COI), da Guarda Municipal (GCM) de Sorocaba, auxiliando todas as forças de segurança pública do município.

A matriz recebe o sinal 5G e transmite para as demais luminárias, que são menores e reproduzem a internet sem fio em um raio de até 50 metros, cada.

A iniciativa faz parte do programa Conecta 5G, do Ministério das Comunicações, e será viabilizada por meio de parceria entre a Prefeitura de Sorocaba e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

O programa, nesta primeira fase, terá duração de três anos e recursos superiores a R$ 10 milhões investidos pelo Ministério. Cada luminária inteligente tem o valor médio aproximado de R$ 40 mil.

O Conecta 5G, nesta primeira fase, terá a duração de três anos e recursos superiores a R$ 10 milhões investidos. O projeto foi criado exclusivamente para a ABDI, com o apoio do Ministério das Comunicações e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As luminárias públicas inteligentes são importadas da Finlândia e foram desenvolvidas pelas empresas Nokia (Finlândia) e Juganu (Israel), contendo uma antena 5G integrada e utilizando tecnologia de chipset da empresa Qualcomm (EUA) e outra desta mesma companhia, para a internet sem fio.